Dicas para você conseguir descontos na compra de um carro!

Mesmo com a crise, alguns fabricantes praticaram aumentos sucessivos. É só você pesquisar pelo preço de lançamento de alguns carros e os atuais para ver que muitos encareceram além da inflação do período. Ainda assim, há oportunidades escondidas nessa época de vacas magras.

 

Confira abaixo 8 dicas que vão lhe ajudar na próxima compra!

Não tenha pressa

A pressa é inimiga da negociação, a pior compra é aquela feita por impulso. Então, visite diversas concessionárias mais de uma vez e converse com os vários gerentes. 

Pesquise

Se munir de informações na hora de negociar um bom preço é fundamental. Pesquise e leia bastante sobre os carros antes de visitar uma concessionária. É mais fácil fazer uma compra racional quando você já sabe se gosta do modelo e se ele cabe no seu bolso.

Deixe as crianças em casa

Se a orientação é ter tempo, não leve os filhos para concessionária. “Criança tem vontade de comer, não quer ficar lá por muito tempo ou pode interferir na compra. Nessa hora é importante ter foco”.  Para que os filhos não se sintam deixados de lado, no final, quando a decisão já estiver tomada, os convide para conhecer o novo integrante da família.

Fuja do Top 10

Na maioria dos casos, carros que vendem muito possuem pouco desconto. Se você compra carro baseado apenas no custo financeiro, vale fugir dos modelos mais queridinhos para conseguir um preço menor.

Seja simpático e transparente

Uma boa dica para conseguir bons descontos é: tenha bom senso, muitas pessoas chegam às lojas exigindo descontos absurdos e brindes – é justamente quem acaba pagando mais no final da compra. “O ideal é ser sincero, dizer o quanto realmente pode gastar e ter bom senso – há um limite para descontos e cortesias. 

Compre no final do mês

Para ter parcelas menores ou presentes como banco de couro e até IPVA pago, o ideal é negociar no final do mês, depois do dia 20. Para bater a meta de vendas, os lojistas costumam a ser mais flexíveis nesta época. Os descontos chegam a 2% do valor do carro, ou seja, em um carro de R$ 60 mil o desconto seria de até R$ 1,2 mil.

Invista em carros que estão saindo de linha

Os descontos para veículos que estão se despedindo do mercado costumam ser generosos. Os vendedores tendem a negociar brindes e descontos com mais facilidade. É bom checar também se o índice de desvalorização é baixo ou se mantém em um patamar estável, mas tenha em mente que um modelo que está saindo de linha (idealmente) costuma ser superado em tecnologia e segurança por seu sucessor. Ao comprar um modelo que está se despedindo, você corre o risco de ter um carro defasado tecnologicamente, menos confortável e seguro.

Cuidado com as taxas que não podem ser cobradas

Ficar de olho nas taxas também pode fazer o preço diminuir. As lojas não podem cobrar Tarifa de Abertura de Crédito (TAC), Tarifa de Emissão de Carnês (TEC), TEB (Tarifa de Emissão de Boleto), TLA (Tarifa de Liquidação Antecipada), taxa de retorno, tarifa de análise de crédito e tarifas de cessão. Peça para ver o CET (Custo Efetivo Total) da compra antes de fechar o negócio, onde será detalhado tudo o que você vai pagar.

Dicas para decorar sua casa!

Para você que está decorando a sua casa ou quer dar uma repaginada no visual, montamos um guia com dicas essenciais para você acertar na hora de escolher acessórios para a sala.

 

1 – Use almofadas. Além de  conforto, elas são ótimos objetos decorativos.

2 – Coloque tapetes, eles são ótimas pedidas para reinventar o ambiente.

3 – Escolha um móvel com cor chamativa para animar.

4 – Mude a cor de uma das paredes.

5 – Use papel de parede.

6 – Escolha uma mesa de jantar pequena, mas confortável.

7 – Coloque difusores de ambiente para manter um clima sempre agradável no ambiente. Compre aqui!

8 – Se a sala for pequena, opte por um móvel pequeno para a TV.

9 – No sofá, opte por uma capa para conservar o item.

10 – Para deixar o ambiente com uma impressão de “maior”, escolha deixar as paredes com cores claras.

11 – Flores naturais deixam o ambiente mais vivo e alegre.

12 – Valorize a entrada de luz natural no ambiente.

13 – Nunca deixe o foco de luz sobre poltronas ou sofás para evitar a sensação de calor nas pessoas sentadas.

14 – Lembre-se de deixar uma área boa para a circulação.

15 – Espelhos bem posicionados são ótimas apostas para trazer a sensação de amplitude.

16 – Misture estilos: elementos rústicos conferem personalidade ao ambiente.

17 – Livros, CDs, revistas e outros culturais podem ser ótimos objetos decorativos.

 

 

 

 

Para fazer bonito diante dos vizinhos!

Vai construir reformar ou simplesmente derrubar uma parede? Saiba que uma obra pode levar o seu vizinho à loucura. Barulho, sujeira e entra e sai dos profissionais são alguns dos incômodos para os outros moradores. Confira algumas dicas preparadas para você.

 

Planejar
Não adianta pressa para começar logo. O projeto detalhado é fundamental: Sem ele, a obra se atrapalha no meio.

 

Simplificar
Na reforma, que tal manter ou transformar o que for possível? Se o azulejo é feio, uma opção é pintar. Não precisa trocar todo o revestimento. Assim, a obra acaba, mas rápido, fará menos barulho e usará menos materiais.

 

Precaver-se
É fundamental conversar com os vizinhos antes de qualquer obra começar, explicando todos os detalhes, pois uma denúncia na prefeitura pode até embargar o projeto.

 

Prezar pela segurança
80% dos assaltos acontece pela porta da frente. O condomínio deve exigir a identificação de todos os trabalhadores e é fundamental avisar a administração se forem receber mercadorias.

 

Respeitar os horários de silêncio
Eles variam de acordo com o condomínio, mas devem ser seguidos à risca. Exceções apenas em emergências, como um cano estourado de madrugada.

 

Controlar de perto a sujeira
O responsável pela obra é o responsável pelo entulho. Então nada de largar lixo na calçada.

 

Cuidar das áreas comuns
Quem mora em condomínio de apartamentos tem que se preocupar também com elevadores e escadas. Também é bom lembrar que espaços como jardins e salões são para uso dos moradores e não de terceiros. Então nada de funcionários almoçando no parquinho.

 

Contratar mão de obra especializada
Esse acompanhamento é importante para antecipar os transtornos e evitar erros e atrasos. Pensar que obra sem profissional é mais barata é um mito, porque depois haverá gastos para consertar o que deu errado.

 

Reparar possíveis danos
Se você está disposto a construir ou reformar, tem que saber que será o responsável por qualquer dano a seu vizinho. Mesmo se a estrutura da construção dele for frágil, o seu quebra-quebra será o causador das rachaduras.

 

Quando terminar, agradecer a paciência de todos
Ufa! A obra terminou. Que tal agradecer a boa vontade da vizinhança? Nos condomínios, vale escrever um comunicado oficial e pedir para a administradora distribuir entre os moradores.